Index Labels

Festival de Dança Contemporânea em Évora arranca hoje

. . Sem comentários:
Obras de seis criadores vão ser apresentadas no Festival Internacional de Dança Contemporânea 2016 (FIDANC), que tem lugar em Évora, a partir de hoje e até domingo, com o programa a incluir também oficinas e conversas.

O festival é promovido pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE) e os espetáculos programados vão realizar-se no Teatro Garcia de Resende e no Fórum Eugénio de Almeida.

"O cartaz pretende estimular os públicos - crianças, jovens e adultos - com propostas artísticas e educativas que acontecem de forma descentralizada pela cidade", graças a parcerias com a câmara e o Fórum Eugénio de Almeida, explicou hoje a CDCE.

A edição deste ano do evento, segundo a organização, contempla a apresentação, "em estreia absoluta na região" alentejana, das mais recentes obras de seis criadores artísticos.

O espetáculo-oficina de dança intitulado "Miocárdio", de Marina Nabais, vai ser a primeira proposta coreográfica a "subir ao palco", hoje e na quarta-feira, no Fórum.

Através de "imagens e metáforas do coração", o espetáculo "procura ser um espaço de expressão e de partilha em torno dos afetos, sentimentos e emoções", resumiu a organização.

Gonçalo C. Ferreira vai apresentar "IV", no Teatro Garcia de Resende, também na quarta-feira, que consiste numa "espécie de exercício íntimo sobre a passagem do tempo" no corpo do coreógrafo, "sobre a transformação das memórias num universo particular".

"Nele, tento recordar a vitalidade e o entusiasmo, uma direção que os gestos continham ao serem dedicações, rituais, presentes ou desejos", afirmou o criador, citado pela CDCE.

Em "Romance", de Lígia Soares, que vai estar no Teatro Garcia de Resende, na quinta-feira, "as vozes e perspetivas plurais que fazem normalmente parte do trabalho" da criadora "são incluídas no texto como uma espécie de paródia à linguagem vigente num mundo ocidental do século XXI".

Com música de Noiserv, Yola Pinto vai apresentar em Évora, no Garcia de Resende, na sexta-feira, a sua "Poeira de Estrelas", que é "uma viagem que pretende devolver a experiência de descoberta e de maravilhamento" e que, "a partir de gestos, movimentos e materiais elementares", convida o público a fazer parte do espetáculo.

O Teatro Garcia de Resende acolhe ainda, no fim de semana, as criações "Bear me", de Cristina Planas Leitão (sábado), e "Sonho de que o amor é feito|(E)Motion", de Gonçalo Andrade e Rita Carpinteiro (domingo).

Uma oficina educativa sobre a "Poeira de Estrelas" (na sexta-feira), um workshop com Nélia Pinheiro, coreógrafa da CDCE, sobre "Expressão do Gesto" (sábado e domingo) e conversas com Gonçalo C. Ferreira (quarta-feira) e Cristina Planas Leitão (sábado) são as outras vertentes do FIDANC.

Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE