Index Labels

Casting: Nova Criação Rafael Alvarez - EIRA - Lisboa e Porto

. . Sem comentários:
Intérpretes de Dança Contemporânea M/F
Nova criação 2016 :: Rafael Alvarez / EIRA

16 e 17 Junho :: Lisboa > EIRA/Teatro da Voz
18 e 19 Junho :: Porto > Companhia Instável

O coreógrafo Rafael Alvarez, artista associado da EIRA, pretende selecionar intérpretes (M/F) para integrar a equipa artística internacional da sua nova criação “MIXED FEELINGS” (co-produção_Culturgest/Fundação CGD).
A seleção de intérpretes será realizada através de um ciclo de três momentos de audição em Lisboa, Porto e Paris.

MIXED FEELINGS, cuja estreia terá lugar na Culturgest, em Lisboa (Novembro 2016) pretende reunir uma equipa internacional de 4 intérpretes, entre os quais Mariana Tengner Barros, que serão dirigidos pelo coreógrafo Rafael Alvarez/EIRA.

MIXED FEELINGS quer questionar o corpo do inimigo como se não houvesse guerra, pensar o distante como se não houvesse perto, pensar o diferente como se não houvesse igual, questionar um corpo em que a tristeza não tem fim (mas) a felicidade sim. Um misto de sentimentos desencontrados, mundos à parte, conflitos de interesse e rebeldes com causa. Utopias ou El Dourados? MIXED FEELINGS propõe-se olhar um mundo, este mundo criado por nós. Pretende pensar a diversidade e a pluralidade, explorando alternativas possíveis e impossíveis contra os muros, que se erguem (ontem e hoje) e que persistem em nos empurrar, afastar e dissolver, uns contra os outros.

Perfil das/os candidatas/os:

Intérpretes de Dança Contemporânea (M/F) com experiência profissional e formação de base em Dança (preferencialmente, mas não exclusivamente) e/ou com facilidade para explorar linguagens de movimento.
Serão valorizados intérpretes com abertura e disponibilidade para o desenvolvimento de uma lógica de trabalho com uma forte componente de pesquisa, experimentação e criação colaborativa.

Períodos de Criação/Ensaios (datas indicativas sujeitas a confirmação final):

> Final de Julho a 20 Agosto 2016 (Lisboa)
> 15 Setembro a 12 Novembro 2016 (Lisboa)
> Estreia :: 11 e 12 Novembro 2016, Culturgest (Lisboa)
> Possibilidade de residência de curta duração em Paris (Primeira quinzena de Agosto ou Segunda quinzena de Setembro).
> Possibilidade de circulação em 2017.
(Período de criação/ensaios e espetáculo remunerados).
Candidaturas ::

Preencher formulário de inscrição > https://docs.google.com/forms/d/1_JUEWipDxo0dYLvGNSIvoz-5FeHLfqDNwSXdixD0-gQ/viewform
Enviar fotografia e/ou vídeo para > ralvarez.formacao@gmail.com

Data limite de Candidaturas ::
Lisboa > até dia 14 de Junho (terça-feira)
Porto > até dia 16 de Junho (quinta-feira)
Haverá lugar a uma pré-seleção das/os candidatas/os.
Os resultados da pré-seleção serão comunicados respectivamente, até aos dias 15 (Lisboa) e 17 de Junho (Porto).
Datas e locais ::

> 16 e 17 de Junho (quinta e sexta-feira) das 17h às 22h > EIRA/Teatro da Voz :: Lisboa
[EIRA > Travessa de São Vicente 11, 1100-575 Lisboa / Graça]
www.eira.pt
> 18 e 19 de Junho (sábado e domingo) das 14h às 19h > Companhia Instável :: Porto
[Companhia Instável, Teatro do Campo Alegre, Piso 1, Rua das Estrelas 4150-762 Porto / entrada feita pela porta em frente à bilheteira do Teatro do Campo Alegre]
www.companhiainstavel.pt
Nota:
As/Os candidatas/os selecionadas/os para cada uma das audições (Lisboa ou Porto), deverão ter disponibilidade para estarem presentes durante a duração total de cada audição.
Mais informações ::
Rafael Alvarez, coreógrafo e performer, cenógrafo e figurinista.
O seu trabalho coreográfico tem sido apresentado desde 1997, na Europa, América do Sul e América do Norte, Médio Oriente, Ásia e África. Colaborou com diversos artistas, tais como o artista visual Pedro Valdez Cardoso, o coreógrafo Christian Rizzo, Paulo Guerreiro, entre outros. Foi intérprete em espetáculos dos coreógrafos – Francisco Camacho/EIRA (PT), Lynda Gaudreau/Lucky Bastards (CN/FR), do encenador Luís Castro/Karnart, entre outros. Criou cenários e figurinos para espetáculos de dança e teatro de Francisco Camacho, Paula Castro, Sílvia Pinto Coelho, Plural_Companhia de Dança, Comuna Teatro de Pesquisa, entre outros.
Lecciona desde 1998, dança contemporânea e dança inclusiva, desenvolvendo projetos de cooperação nacional e internacional e dança na comunidade, envolvendo pessoas com deficiência e/ou situação de desvantagem social, séniores, pessoas com Parkinson, crianças, estudantes e artistas em geral.
É artista associado da EIRA (desde 2005), coordenador artístico da Plural_Companhia de Dança Inclusiva e coordenador-adjunto da Casa das Artes da Fundação LIGA (desde 1998). Fundador e diretor artístico da BODYBUILDERS_Associação Cultural. Tem investido de forma aprofundada, na relação da Dança com a Comunidade e na dimensão colaborativa da prática artística e de diálogo com o mundo. Doutor em Comunicação, Cultura e Arte (Ualg) e Pós-graduado em Ciências da Comunicação pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. É formado em Realização Plástica do Espetáculo e em Teatro e Educação pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Entre 2000 e 2002 foi bolseiro em Dança do Centro Nacional de Cultura. É membro internacional da Foundation for Community Dance/People Dancing (UK) e do Dance for PD® - Dance for Parkinson’s Org (Nova Iorque/EUA).
A EIRA é uma estrutura de produção artística que se dedica ao desenvolvimento e produção nacional e internacional da dança contemporânea há mais de 20 anos.
Esta estrutura desdobra a sua ação na promoção de atividades de formação e pesquisa, e na organização de eventos, contribuindo para a oferta e desenvolvimento culturais em Portugal. A EIRA é reconhecida um pouco por todo o mundo como uma referência na área da dança contemporânea e enquanto espaço de trabalho e de cruzamento de projetos e criadores.
O núcleo de artistas associados à EIRA é constituído por Francisco Camacho, Rafael Alvarez, Mariana Tengner Barros e Tiago Cadete.
A EIRA é também um lugar para a dança sediado nas instalações do Teatro da Voz (Antigo Teatro da Graça) o espaço de trabalho da EIRA no bairro da Graça em Lisboa, desde 2013. Ao longo do ano, a EIRA apoia outros coreógrafos independentes, portugueses e estrangeiros, através da cedência gratuita de espaço de ensaio ou organização de residências de criação e investigação artística ou ainda através da co-produção e apresentação de obras no âmbito do Festival Internacional de Dança Contemporânea de Lisboa - Cumplicidades.
Desde 1996, a EIRA é uma estrutura co-financiada pelo Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes e desde 2013 apoiada pela Sociedade de Instrução e Beneficência " A Voz do Operário" ao nível da cedência das suas atuais instalações no bairro da Graça em Lisboa - Teatro da Voz (Antigo Teatro da Graça).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE