Index Labels

Vortice Dance em digressão no Brasil e Espanha com críticas a teatros nacionais

. . Sem comentários:
A Vortice Dance começa na sexta-feira uma digressão que leva o espetáculo "Your Majesties, Welcome to the Anthropocene" ao Brasil e Espanha, mas antes da partida a companhia de dança deixa críticas à gestão dos teatros nacionais.

"Trabalhamos em Fátima, mas todos os espetáculos que produzimos temos de os apresentar lá fora. Oitenta por cento dos nossos espetáculos são no estrangeiro", sublinha o coreógrafo e bailarino Rafael Carriço, que acusa os "lóbis da dança" de impedirem a Vortice de dançar em Lisboa e no Porto.

"Há muitas salas no nosso país que nos fecham as portas. Não nos deixam dançar em Lisboa nem no Porto. São os lóbis da dança a funcionar, por sermos de Fátima e por eu fazer críticas ao sistema de vez em quando", afirma.

O responsável da Vortice dá exemplos: "Só conseguimos ir ao Centro Cultural de Belém, por exemplo, se alugarmos a sala e pagarmos tudo. Nos teatros nacionais, São Carlos, São João ou mesmo o São Luís, é a mesma coisa. Há uma série de espaços geridos por organismos do Estado que são só para os amigos".

"Em 15 anos de atividade, nunca nenhum teatro do Estado alguma vez nos abriu as portas. Há mercado para a cultura e para a dança, mas no nosso país há coisas que não funcionam", reforça Rafael Carriço, explicando que a internacionalização é a forma encontrada pela companhia para projetar o seu trabalho.

A digressão tem início em Portugal, no Theatro Circo, em Braga, na sexta-feira. No dia 20, "Your Majesties, Welcome to the Anthropocene" é apresentado no Cine-Teatro S. Pedro, em Abrantes.

Depois, a Vortice.Dance parte para o Brasil: no Rio de Janeiro apresenta-se no Teatro Bradesco Rio, nos dias 27 e 28 de março e, já em abril, sobe ao palco do Teatro Bradesco de São Paulo, nos dias 3 e 4.

Posteriormente, em Espanha, estão agendadas apresentações de "Your Majesties, Welcome to the Anthropocene" no Teatro Gayarre, em Pamplona, e no Teatro Gaztambide, em Tudela.

"Your Majesties, Welcome to the Anthropocene" estreou em Miami, nos Estados Unidos, em 2013.

Com uma mensagem interventiva sobre a impotência humana para apagar as marcas dos excessos do passado, o espetáculo fala da atual crise de consciências que assola todas as sociedades. A dança é suportada por forte trabalho cenográfico e videográfico.

Fonte


Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE