Index Labels

Esposende Dance Competition 2016 promete mais

. . Sem comentários:
O Esposende Dance Competition – EDC 2015, constituiu um sucesso a todos os níveis, estando já prometida nova edição para o próximo ano. Este campeonato de coreografias de dança urbana em sistema de grupos (Crews) decorreu no dia 7 de fevereiro, no Pavilhão Municipal de Fão, atraindo muito público que, entusiasmado para assistir à prestação dos concorrentes, encheu completamente o recinto.

O evento foi organizado e produzido pelo PraxiStudio Esposende – Urban Dance Studio e Escola de Dança, com o apoio do Município de Esposende e empresa municipal Esposende 2000, Junta da União de Freguesias de Apúlia e Fão, e teve o patrocínio da Miles, uma marca de vestuário de fitness e desporto que se lançará no mercado muito em breve.

A competição foi disputada por 278 bailarinos de todas as idades, distribuídos por 26 Crews, nos escalões Infantil, Júnior e Adulto. A prestação dos concorrentes foi avaliada por um painel de jurados constituído por Filipe Rico, Lúcia Afonso, Vitor Fontes e Nicolau Santos, reputados coreógrafos, bailarinos e professores de dança, sendo Nicolau Santos professor e diretor artístico do PraxiStudio Esposende.

Como apresentador, anfitrião e verdadeiro animador, o evento contou com Tiago Faustino (Titiz), também reputado bailarino e reconhecido “host” em eventos portugueses, e no papel de DJ esteve Gui Mees, que, além de dominar a arte de passar música, é também um reconhecido bailarino e professor de dança no Praxistudio.

Para agradável surpresa e não sendo habitual em campeonatos deste tipo em Portugal, estiveram presentes duas Crews de Espanha, que vieram enriquecer ainda mais em qualidade e prestígio o EDC 2015.

No escalão Adulto, foram premiados os três primeiros classificados, nomeadamente, a equipa da casa, Praxis Crew – Esposende, RP Dance – Póvoa de Varzim e Groove Monsters – Famalicão. O prémio do escalão Júnior foi para Galirockers, de Vigo – Espanha, e o vencedor na categoria de Infantil foi HHSP Powers, de Ovar. Foram atribuídos também prémios aos melhores bailarinos masculinos e femininos nos três escalões.

O Esposende Dance Competition marcou já o calendário nacional deste tipo de eventos, tornando-se uma promessa ainda maior para 2016.

Texto de Rita Bastos | eDANCE


Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE