Index Labels

6 Dicas para Bailarinas

. . Sem comentários:
1. A Roupa
Algo imprescindível para todas as bailarinas é a roupa, e muitas são as dúvidas na sua escolha. Existe uma variedade enorme de estilos, materiais e qualidades no mercado e a escolha não é fácil. Tenha calma e procure o modelo ideal para seu corpo, analise a qualidade e conforto do material. Converse com a sua professora para saber a opinião dela, pois muitas exigem uma um equipamento pré-determinado. Escolha um estilo (manga curta ou comprida, alcinhas, etc.) e um material adequado (algodão e lycra ou microfibra). A roupa de dança tem um tamanho diferente da roupa "de rua", pelo que é obrigatório experimentar.

2. O Cabelo
Um problema muito comum das bailarinas é como prender o cabelo, pois o puxo tem de estar perfeito tanto nas aulas como nas apresentações. A princípio é muito complicado, mas a experiência trás a perifeição. Comece por desembaraçar todo o cabelo, coloque gel e penteie com um pente fino, faça um rabo de cavalo bem puxado. Depois de preso, faça uma trança folgada ou só torça o cabelo, para enrolar o coque. Aos poucos enrole e prenda o coque com ganchos até chegar à ponta. Quanto mais preso, melhor. Coloque uma rede comum para as aulas e uma de nylon nas apresentações. Veja aqui o tuturial.

3. Os Pés
As bolhas são comuns e parte da vida de bailarina. Podem ser causadas pelas sapatilhas de ponta, pelos sapatos de carácter ou pelos pés descalços no chão de madeira. Para ajudar a evitá-las, verifique se as sapatilhas se encaixam corretamente, use meias como proteção para os pés e pó de talco dentro das sapatilhas e nos pés descalços para mantê-los secos. Atenção aos pontos vermelhos na pele, pois são sinais de bolhas prestes a desenvolver. Tape as áreas suspeitas com pensos rápidos ou ligadura. Por fim, descanse os pés para ajudar a evitar bolhas e outros problemas.

4. As Sapatilhas
Nenhuma bailarina gosta de sapatilhas de ponta novas que fazem um barulhão no chão de madeira. As bailarinas mais experientes sabem como as amaciar e podem ajudar as mais novas. Bata as sapatilhas numa superfície dura, o que as fará amolecer e, consequentemente, diminuir o barulho que fazem. Mas atenção, não bata com muita força para não triturar a ponta nova.

5. A Alimentação
O ballet é uma dança que exige muitos cuidados aos seus praticantes e isso reflete-se na alimentação. Beber bastante água durante o dia e durante as aulas/ensaios é fundamental. Comer alimentos com um alto teor de fibras e procurar fazer várias refeições por dia sem saltar nenhuma é muito importante. Duas horas antes da aula ou do ensaio, é recomendado o consumo de alimentos ricos em carboidratos como pão, massa ou arroz. Se tiver dúvidas, consulte um nutricionista, pois o importante é não caminhar para distúrbios alimentares.

6. Saúde
Permaneça saudável nas aulas e durante a época!
Manter a saúde em boa forma é recomendado para qualquer pessoa, mas as bailarinas têm uma missão maior durante as aulas e na época de dança. Adicione um exercício aeróbio na sua rotina diária como natação ou ciclismo. A corrida deve ser evitada, pois forma demasiado os joelhos e quadril. Depois de uma aula ou de um ensaio, alongue e relaxe, enquanto os músculos ainda estão quentes. Para desacelerar, o ioga ou o alongamento são as melhores opções. No minuto em que sentir dor, principalmente nas articulações, não a ignore. Descubra o que está causando a dor (se é grave, se nunca foi sentida antes) e procure um médico!


Texto de Rita Bastos | eDANCE

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE