Index Labels

Paulo Ribeiro leva espetáculo a França e Bélgica

. . Sem comentários:
O espetáculo de dança "JIM", criado por Paulo Ribeiro, vai ser apresentado pela companhia do coreógrafo na sexta-feira em Saint-Quentin-en-Yvelines, em França, no âmbito de uma digressão internacional até junho de 2014.

De acordo com a Companhia Paulo Ribeiro, o espetáculo irá passar por várias localidades francesas, como Besançon, e também por Charleroi, na Bélgica.

A digressão desta recente coreografia do criador português termina em Paris, a 10 e 14 de junho, no Théatre de la Ville.

"JIM" é uma coreografia inspirada na poética do músico e cantor norte-americano Jim Morrison, ícone da música da década de 1960.

Na peça, há um jogo de corpos "irreverente" e Paulo Ribeiro "contraria o que chama de aniquilamento interior e provoca a apologia do coletivo", segundo um texto do coreógrafo.

A peça marcou o regresso de Paulo Ribeiro aos palcos, como bailarino, depois de ter anunciado a despedida em "Malgré Nous, Nous Étions Là", em 2008.

"JIM" é ainda, segundo a companhia, uma peça dedicada a Bernardo Sassetti (1970-2012), abrindo com "Indigo", um tema do pianista.

"A vontade de Paulo Ribeiro em participar nesta peça, em solo, surgiu como forma de homenagear o amigo [Sassetti] que, tal como Morrison, partiu de forma prematura", sublinha o texto da companhia.

Sobre a peça, Paulo Ribeiro considera, num texto sobre a sua obra, que existe "um cerco cada vez maior à alma, à interioridade, quase uma anestesia total. Antes, este cerco era feito através daquilo que nos era dado a ver, sobretudo através da televisão".

"Vivemos agora sob o jugo de todo este fantasma da insustentabilidade de um país, de um continente, de um mundo. O que nos resta? Não há tempo para preocupações mais humanas, mais interiores, mais cósmicas, para outras perceções, como Jim Morrison defendeu", considera o coreógrafo.

"JIM" tem coreografia e direção de Paulo Ribeiro, música de The Doors e Bernardo Sassetti, vídeo de Fabio Iaquone e Luca Attilii, desenho de luz de Nuno Meira, fotografias de Rui Belo e figurinos de José António Tenente.

O espetáculo foi apresentado este ano, em maio, no Festival Dance Week, em Zagreb, na Croácia, organizado pelo Instituto de Movimento e Dança daquele país.

A Companhia Paulo Ribeiro (CPR), fundada em 1995, é, desde 1998, residente no Teatro Viriato, em Viseu.

Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE