Index Labels

CNB interpreta três obras de Anne Teresa Keersmaeker

. . Sem comentários:
A Companhia Nacional de Bailado (CNB) vai interpretar entre 11 e 20 de outubro, no Teatro Camões, em Lisboa, um programa de três coreografias da criadora belga Anne Teresa De Keersmaeker.

Trata-se de uma reposição do espetáculo apresentado há um ano, no mesmo espaço, e também no Porto, que agora voltará a ter música ao vivo pela OrchestrUtópica.

O programa do espetáculo reúne as peças coreográficas “Prelúdio à sesta de um Fauno”, “Grosse Fuge”, e “Noite Transfigurada”, e tem início às 21:00.

Os espetáculos serão ainda apresentados no sábado, dia 12 de outubro, a 18 e 19 também às 21:00, e no domingo, dia 13 de outubro e 20 de outubro às 16:00, sempre no Teatro Camões.

Para as escolas haverá um espetáculo a 17 de outubro, às 15:00.

No ano passado, a CNB interpretou, pela primeira vez, estas três obras consideradas fundamentais no repertório de Anne Teresa De Keersmaeker, por terem uma forte relação com a música: “Prelúdio à Sesta de um Fauno”, inspirada na peça de Claude Debussy, “Grosse Fuge” (“Grande Fuga”), sobre a obra de Ludwig van Beethoven (Op.133), inicialmente concebida como último andamento do Quarteto Op.130, e “Noite Transfigurada”, de Arnold Schoenberg.

A CNB foi a primeira companhia, a nível mundial, excetuando a Rosas – a companhia de Keersmaeker, fundada em 1983 – a interpretar uma obra da criadora belga: “Lisbon Piece” (1998), peça coreografada expressamente para a companhia nacional portuguesa.

Em maio de 2011, a Ópera de Paris interpretou a obra “Rain” (2001) – que a coreógrafa tinha anteriormente criado para a Rosas – tornando-se então a segunda companhia no mundo a interpretar uma peça de Keersmaeker.

Anne Teresa De Keersmaeker, 52 anos, nasceu em Mechelen, na Bélgica, em 1960, e estudou música antes de entrar na área da dança. Foi convidada, com a sua companhia – Rosas – a ser o grupo de dança residente no teatro La Monnaie, em Bruxelas, a partir de 1992, e ali produziu o seu trabalho até 2007.

Desde 1980 até à atualidade criou mais de duas dezenas de coreografias e, em 2011, recebeu o Prémio de Carreira do American Dance Festival.

Anne Teresa De Keersmaeker foi convidada em 2012 para a 1.ª Bienal Artista na Cidade de Lisboa, iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, com cerca de uma dezena de parceiros culturais da capital.

No âmbito da Bienal, Anne Teresa De Keersmaeker apresentou em Lisboa, ao longo do ano passado, com a sua companhia, 13 coreografias do seu repertório.

A coreógrafa foi distinguida em junho de 2012 com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro, atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa.

Fonte



Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE