Index Labels

Carlos Filipe Oliveira e o Perseguir de Um Sonho

. . Sem comentários:
Carlos Filipe Oliveira é um jovem bailarino formado pela Escola Profissional Balleteatro Porto. Carlos nasceu em 1994 e foi apenas aos 16 anos que começou a dançar "quase" por engano. Foi exatamente quando resolveu comparecer à audição de teatro para integrar o Balleteatro, que surgiu a oportunidade de prestar prova também para o curso de dança. Passou nas duas e intrigou o júri que ficou ansioso por saber qual dos cursos Carlos iria escolher.

"Fiz a escolha no último dia das matrículas, passei quase uma semana sem saber o que escolher, por um lado fazia teatro amador há quase 7 anos e era a minha paixão por outro adorei a sensação de liberdade que senti ao dançar e a possibilidade de fazer do meu corpo aquilo que eu quisesse."

Escolheu Dança e hoje sente-se bastante feliz com a opção tomada.

"Sinto que esta é a minha área, onde eu me sinto feliz, realizado e onde quero trabalhar o resto dos meus dias."

Carlos concluiu este ano o curso de Dança no Balleteatro, e gosta de salientar a "boa formação que a escola fornece, principalmente na área da dança contemporânea". Durante a sua formação nesta escola teve oportunidade de aprender com excelentes professores e trabalhar cm coreógrafos que são, para si, uma referencia, tais como Lina Limosani, Cyril Viallon e Né Barros, que o convidou a integrar a próxima produção da companhia de dança Balleteatro.

O talento de Carlos foi também reconhecido por duas outras escolas do Porto, a Professional Ballet School of Porto e o Centro de Dança do Porto, das quais Carlos foi bolseiro, podendo assim adquirir mais conhecimentos em ballet clássico.

Agora, Carlos quer seguir o sonho e a Northern Ballet School (em Manchester, Reino Unido) abriu-lhe as portas. A escola inglesa esteve em Portugal a fazer audições com vista à integração de novos alunos no próximo ano letivo. Carlos soube poucos dias antes e não perdeu a oportunidade.

"Soube logo que tinha passado com distinção. Ganhei, por isso, uma bolsa de distinção e mérito que me cobre o valor total das propinas."

No entanto, a família de Carlos não o pode apoiar nesta nova etapa e Carlos procura apoios para conseguir agarrar esta oportunidade.

"Neste momento, procuro apenas alguma ajuda para conseguir iniciar a minha vida em Manchester, depois de estar lá instalado e com as mínimas condições pretendo, a par com as aulas, encontrar um part-time para assim garantir a minha vida por lá."

Apesar das dificuldades, desistir não passa pela cabeça de Carlos, que pretende fazer aquilo que o faz feliz e realizado por muitos e bons anos.

Podem contactar o Carlos através do EMAIL.


Texto de Rita Bastos | eDANCE
Fotografias cedidas por Carlos Filipe Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE