Index Labels

O grande coreógrafo da televisão portuguesa, morre aos 77 anos

. . Sem comentários:
O bailarino e coreógrafo Patrick Hurde, de 77 anos, faleceu hoje, em Lisboa, vitima de doença prolongada, disse o bailarino e professor de dança Antonio Miguens.

Patrick Hurde, nome artístico de David Higgins, foi bailarino do Ballet Gulbenkian e "o grande coreógrafo da televisão em Portugal", com a qual começou a trabalhar em 1985, no programa "1,2,3", realizado por Luís Andrade, disse a mesma fonte.

"Na televisão ele marcou a diferença ao ir buscar para as coreografias, bailarinos com formação de dança clássica", explicou Miguens, que integrou um desses grupos, em 1986.

Natural do Reino Unido, Hurde vivia em lisboa, no Bairro Alto, desde 1965, disse Miguens.

"O Patrick é uma figura incontornável no ensino da dança na Companhia Nacional de Bailado, na Escola de Dança do Conservatório Nacional, e na Escola Superior de Dança", salientou Miguens, tendo a sua atividade alvo de uma tese de doutoramento na Universidade de Lisboa.

A tese, "Patrick Hurde - história de vida: um contributo para a história da dança em Portugal, na segunda metade do séc. XX e início do séc. XXI", de Vera Amorim, foi defendida este ano, na área de Estudos Artísticos na Faculdade de Letras de Lisboa, sob a orientação de Maria João Brilhante.

A informação disponibilizada no portal da Faculdade sobre a tese, refere que, a ação de Hurde "em contextos de intervenção multifacetados tem sido um contributo para elevar o nível artístico da dança em Portugal".

Na apresentação da tese, Vera Amorim afirma pretender "perspetivar a importância e influência que um tal caminho pessoal [de Patrick Hurde] terá tido para a Dança, a sua divulgação e valorização, o ensino artístico e outros aspetos conexos com as artes performativas em Portugal, para além do interesse do enfoque de carácter biográfico, sustentado pelas metodologias da história oral".

"Patrick Hurde foi bailarino, coreógrafo, professor e atualmente mantém atividade como crítico de dança em Portugal. Descobrir e interpretar a sua história de vida e o seu percurso profissional artístico foi também cartografar uma parte significativa do mapa da dança em Portugal e dos seus enquadramentos individuais e institucionais", afirma no mesmo texto a investigadora.

O velório de Patrick Hurde realiza-se hoje, a partir das 17:00, na igreja de S. Mamede, ao Príncipe Real, em Lisboa, realizando-se o funeral na quarta-feira, ao princípio da tarde para o cemitério Alto de São João, onde tem lugar a cerimónia de cremação pelas 14:00.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE