Index Labels

Clara Andermatt estreia "dance bailarina dance"

. . Sem comentários:
Os anos de ouro do cinema musical americano inspiraram a coreógrafa Clara Andermatt a criar "dance bailarina dance", uma peça que irá estrear pela Companhia Nacional de Bailado (CNB) a 26 de Abril, em Lisboa.

Esta nova criação de Clara Andermatt para a CNB, em estreia mundial, vai estar no palco do Teatro Camões entre 26 de Abril e 05 de Maio.

A peça tem direcção e coreografia de Clara Andermatt, cenografia de Artur Pinheiro, música de João Lucas, um momento musical electrónico criado por Jonas Runa, figurinos de Aleksandar Protic e desenho de luz de Rui Horta.

De acordo com a companhia nacional, "as rotinas de dança e os temas musicais que se constituíam como parte substancial da narrativa" dos musicais norte-americanos dos anos 1940 e 1950 são os pontos de partida de Clara Andermatt e João Lucas, coreógrafa e compositor desta nova produção da CNB.

Este período, conhecido como "os anos de ouro" do cinema musical americano, marcou o imaginário de várias gerações através de figuras da música, dança, atores e cantores como George Gershwin, Cole Porter, Glenn Miller, Fred Astaire, Gene Kelly, Ginger Rogers e Esther Williams.

O título da peça remete para a canção "dance ballerina dance", criada em 1947, por Vaughn Monroe, e que Bing Crosby, Nat King Cole ou Frank Sinatra eternizaram.

"São estas figuras que pretendemos convocar, revendo-os à luz do nosso tempo, não como uma homenagem ao 'entertainment', mas como matéria-prima para uma reflexão sobre o lugar da alegria neste tempo de ocaso", escreve Clara Andermatt num texto sobre a peça.

"Enquanto o mundo desaba, ouve-se o fogo-de-artifício que explode no delírio da luz, uma luz que nos banha de humanidade e nos impele à sobrevivência. É o bater do coração que estabelece a geometria dos movimentos, a intrépida demanda da alegria, a coragem que se faz candura quando em volta tudo grita e desanda", acrescenta ainda sobre a obra.

Diplomada pelo London Studio Centre e pela Royal Academy of Dancing, ambos em Londres, a coreógrafa também estudou com a mãe, Luna Andermatt, uma das mais importantes figuras da dança em Portugal.

Foi bailarina da Companhia de Dança de Lisboa, sob a orientação de Rui Horta, e da Companhia Metros de Ramon Oller, em Barcelona, e em 1991 viria a criar a sua própria companhia, coreografando várias obras que foram apresentadas em Portugal e no estrangeiro.

Em 1994, em conjunto com o coreógrafo Paulo Ribeiro, foi distinguida com o Prémio Acarte/Madalena Azeredo Perdigão, da Fundação Calouste Gulbenkian, com a obra "Dançar Cabo Verde", e em 1999 recebeu o Prémio Almada, atribuído pelo Ministério da Cultura, pela obra "Uma História da Dúvida".

Os espectáculos de "dance bailarina dance" vão decorrer no Teatro Camões a 26, 27 e 29 de Abril (Dia Mundial da Dança), às 21:00, no dia 28 de Abril, às 16:00, a 03 e 04 de Maio, às 21:00, e a 05 de Maio, às 16:00.

O ensaio geral solidário está marcado para 24 de Abril, às 21:00, e a bilheteira desse dia irá reverter para a Amnistia Internacional e a associação Leigos para o Desenvolvimento.

Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário

Queres publicar as tuas notícias no IDS? Tens alguma sugestão para nós? Envia para indancingshoes@edance.pt

Publicidade

Contribui para o IDS

Andam a dançar por aqui

SEGUE O IDS

PUBLICIDADE